NOTÍCIA ABERTA
  • Pesquise aqui
Vibtech é destaque no site Vibranews

Devido a participação no mega projeto acústico do empreendimento praça das Artes, a Vibtech ganhou espaço no site Vibranews. Veja o artigo publicado.

A Praça das Artes, ao lado do Teatro Municipal de São Paulo, vai reunir o Conservatório Dramático e Musical, a Orquestra Sinfônica Municipal, a Orquestra Experimental de Repertório e a futura Escola de Música e Dança. No mesmo endereço, vai funcionar também o Balé da Cidade de São Paulo, Coral Lírico, Quarteto de Cordas de São Paulo e o Coral Paulista.   Do ponto de vista acústico, o empreendimento (28 mil m2), que está sendo construído pela Prefeitura de São Paulo e tem previsão de conclusão, da primeira fase, no final deste ano, tem um grande desafio: como proporcionar conforto acústico em salas tão próximas uma das outras e funcionando simultaneamente.

O arquiteto José Augusto Nepomuceno, diretor do Escritório Acústica & Sônica, explica que a solução passa pelo conceito de se construir salas dentro de salas. Isto é, dentro de uma estrutura se constrói outra, sendo que esta não tem ligação com a estrutura original. “Tudo é muito flutuante, lembra um pouco a Sala São Paulo na Estação da Luz”, comentou.

A Vibtech (empresa especializada no controle de vibração e assentamento de equipamento) vai fornecer os pisos e tetos flutuantes, além de outros elementos para isolamento de ruído e vibração entre as salas. O diretor técnico da empresa, Bernard Baudouin, explica que o seu trabalho é criar elementos que impeçam a transmissão de ruídos e não interfiram no funcionamento dos equipamentos.  Para a Praça das Artes, já se encontram em testes está amortecedores para pisos elevados, tetos flutuantes, estabilizadores para revestimento de paredes, placas de VT para aumentar a flexibilidade dos pisos dos palcos e, com isso, proporcionar maior conforto aos artistas:

“A grande vantagem é que as lajes já podem ser fundidas com as peças ou paredes. Depois de tudo pronto, fazemos o içamento”, explicou o empresário.

Sucessora, desde 1994, da Vibrachoc Brasil, filial da empresa francesa do mesmo nome, a Vibtech, desenvolve e fabrica produtos para a construção civil, naval, aeronáutica e ferroviário. No seu portifólio, encontram obras como a Sala São Paulo, na Estação Júlio Prestes, Teatro Bradesco, no Shopping Bourbon, Teatro Alpha Real, entre outras. Atende também a Petrobras, Metrô de São Paulo e Companhia Vale do Rio Docê, por exemplo.

fonte: Vibranews - http://www.vibranews.com.br/cases_det.php?id=17